academicos-de-santa-cruz-lierj

Acadêmicos de Santa Cruz

Carnaval 2018

G.R.E.S. Acadêmicos de Santa Cruz
Sábado, 10 de fevereiro
Concentração: Balança
2ª a desfilar
Entre 22h45 e 22h55

Endereço da quadra: Rua do Império, 573, Santa Cruz
Fundação: 18 de fevereiro de 1959
Cores: verde e branco
Presidente: Moyses Antonio Coutinho Filho (Zezo)
Carnavalesco: Max Lopes
Diretor de Carnaval: Ricardo Simpatia
Diretor de Harmonia: Marquinho Harmonia
Mestre de bateria: Riquinho
Rainha de bateria: Larissa Nicolau
Mestre-sala e porta-bandeira: Rogerinho e Roberta Freitas
Coreógrafos da comissão de frente: Marcelo Chocolate e Marcello Moragas
Alas: 21
Carros alegóricos: 4
Classificação em 2017: 12º

Samba-enredo

Autores: Preguinho Santa Cruz, Tatiane Abrantes, Claúdio Mattos e Quinho
Intérpretes: Quinho e Roninho

A esperança vai me guiar
Por esse mundo de tormento
Farei de ti o meu alento
Por todas as minhas andanças
Um coração de criança
É nossa força para viver
Hei de levar comigo os sonhos meus
Despertar o sentimento lá no fundo
Pois sou filho do dono do mundo
Eu levo trevo e figa de Guiné
Faço da crença, o meu patuá
Vi o meu destino nas estrelas

Deu Santa Cruz, pode acreditar
Pode acreditar, minha fé não costuma “faiá”

E ela move montanhas
Basta fechar os olhos e agradecer
Fazer o bem sem olhar a quem
Na esperança de um novo dia nascer
Quem me dera eu escrever o meu futuro
Que o planeta fosse um lugar mais puro
E o amor o combustível para caminhar
Que meu Brasil, se torne o País das Maravilhas
Tão belo como contam as poesias
No verde e branco é só acreditar

Na Santa Cruz de um menino
Que o ensinou um dia o que é amar
E hoje eu sou um peregrino
Nessa avenida a canta (a cantar)