logo-estacio-de-sa-lierj

Estácio de Sá

Carnaval 2018

G.R.E.S. Estácio de Sá
Sexta-feira, 9 de fevereiro
Concentração: Balança
6ª a desfilar
Entre 2h15 e 3h05

Endereço da quadra: Rua Salvador de Sá, 204/206, Estácio
Fundação: 12 de agosto de 1927
Cores: vermelho e branco
Presidente: Leziário do Nascimento
Carnavalesco: Tarcísio Zanon
Diretores de Carnaval: Marcão Selva e Marcos Alexandre
Diretores de Harmonia: Julinho Fonseca e Walmir Cerilo
Mestre de bateria: Gaganja
Rainha de bateria: Elaine Azevedo
Mestre-sala e porta-bandeira: José Roberto e Alcione
Coreógrafa da comissão de frente: Ariadne Lax
Alas: 22
Carros alegóricos: 4
Classificação em 2017: 3º

Samba-enredo

Autores: Alexandre Naval, Filipe Medrado, Luiz Sapatinho, Pelé, Thiago Sousa, Rodrigo Armani e Diego Tavares
Intérprete: Serginho do Porto

Raiou o esplendor de um novo dia
A melhor mercadoria tenho aqui pra ofertar
Eu sei, tudo tem o seu preço
Ganhei o teu apreço, vim de além mar
Do escambo nasce a união
E o nativo é protetor do nosso chão
Vi nesta cidade a negra força que lutou por liberdade
Nas aquarelas de Debret, ser vendedor é uma arte

Quem vai querer? Quem quer comprar?
Tem alegria, amor, pode chegar (bis)
De porta em porta levo o meu tesouro
Sou o povo! Sou Estácio de Sá!

O imigrante com esperança aportou
Trabalhador, braço forte da nação
E no “me dê me dá”, comércio popular
Na feira livre tem desconto pra você
E no “me dá me dê , no “toma lá, dá cá”
Bom e barato tem de tudo pra vender
Eu sou mercador dessa folia
Sambista de “berço “, de corpo e alma
Na era da modernidade
Sou tradição, uma escola de verdade

Bota banca na avenida… meu Leão
Bate no peito, desce o São Carlos
É meu orgulho maior… “Deixa Falar”
Pra sempre vou te amar!