Unidos de Padre Miguel

Carnaval 2018

G.R.E.S. Unidos de Padre Miguel
Sábado, 10 de fevereiro
Concentração: Correios
7ª a desfilar
Entre 2h30 e 3h30

Endereço da quadra: Rua Mesquita, 8, Padre Miguel
Fundação: 12 de novembro de 1957
Cores: vermelho e branco
Presidente: Lenilson Leal
Carnavalesco: João Vitor Araújo
Diretores de Carnaval: Cícero Costa e Nana Costa
Diretor de Harmonia: Décio Bastos
Mestre de bateria: Dinho
Rainha de bateria: Alice Alves
Mestre-sala e porta-bandeira: Vinícius Antunes e Jéssica Ferreira
Coreógrafo da comissão de frente: David Lima
Alas: 21
Carros alegóricos: 4
Classificação em 2017: 4º

Samba-enredo

Autores: Cláudio Russo, Xande de Pilares, W. Corrêa, Ribeirinho, Alan Santos, Toninho do Trayler, Carlinhos do Mercadinho, Cabeça do Ajax e Jefinho Rodrigues

Intérprete: Pixulé

O dia vai raiar
A Unidos vem contar que, ouvindo o chamado do pajé
Saí do beiradão entre o real e a ilusão
Pra mergulhar nas águas do igarapé
Senti quando vi macucauá
O desejo de brilhar, feito a luz das Três Marias
Senhor, me responda o que preciso entender?
Irmão, há um mistério que habita cada ser!
Você renasceu com a missão de se encontrar
No abraço da fera encantada
Aquela que guarda o fogo no olhar

Clareou Cidade Dourada
No fundo das águas a encantaria
O Amazonas tem na alma a criação
O começo e a razão delirantes de magia

Oh Yara! Oh Yara!
Na correnteza, o sol e a lua vêm bailar
Oh Yara! Oh Yara!
Em seu castelo enfeitiçado ouvi cantar

Índio tupari prendeu Naoretá
Ao ver Mapuí, lembrei de voltar
Meu boi-bumbá, a pajelança dos parintintins
No festival de canto e dança ancestral tupi
Misturo encarnado e anil
Ecoa toada no samba
Auê Brasil! Passista de cunhã-poranga

No Eldorado eu sou guerreiro parintin
A vida caprichou, se garantiu em mim
Beijando o rio-mar, a noite tece o véu
Pro Boi Vermelho de Padre Miguel